Buscar
  • Dr. Mauricio Leite

Uma boa “pegada” faz toda a diferença

Atualizado: 18 de Set de 2019

Estamos falando de esportes.


Em algumas artes marciais como Jiu-jitsu e judô por exemplo uma boa força de preensão , a famosa “pegada” é definitivamente uma vantagem em relação ao adversário.

Existe uma grande variedade de pegadas no Jiu-Jitsu. A Força dessa pegada faz toda a diferença para mobilizar/dominar o adversário ou apenas uma distração para mascarar sua verdadeira intenção. Entretanto, tão importante quanto a força é o posicionamento, a resistência , o “timing”.


A habilidade de apertar e segurar é importante, mas secundária à capacidade de apertar e soltar. Parece confuso? Vou explicar…


Para a maioria das pessoas que iniciam na luta, principalmente nos primeiros campeonatos onde o nível de adrenalina está lá em cima é possível perceber/vivenciar um queimor nos músculos dos antebraços e um tremor dos dedos. (Falo por experiência própria – sou faixa roxa de Jiu-jitsu do Mestre Zé Radiola – e já competi algumas vezes). Isso acontece porque no início não sabemos controlar a intensidade da força necessária na pegada para executar cada movimento. A contração ininterrupta ( e desnecessária muitas vezes ) gera fadiga e consequentemente perda da força.


Tal controle da intensidade da força utilizada é fundamental para que não abandonemos aquela pegada que muitas vezes é fundamental para garantir a vitória.

Não é conhecida por Arte Suave à toa. A força é importante SIM mas, o grande segredo está em controlar essa força. Saber quando usá-la. A chave é entender quando firmar a pegada e quando deixar mais “solta” de forma a maximizar seus resultados gastando menos energia. Isso vem com o tempo, com muito treino, com a técnica (continuo tentando aprender).


Há um falso conceito popularmente difundido que a força da pegada está apenas na força da mão, quando de fato, todos os músculos do cotovelo aos dedos estão envolvidos.

No próximo post vamos mostrar como melhorar essa pegada. Sugerir formas de incluir esse treino específico no seu dia a dia no tatame ou na academia para melhorar seus resultados. Vamos ainda tratar do pós treino e como todos esses cuidados são importantes para prevenir lesões.




0 visualização