Dr Mauricio Leite.png

Osteoartrite da Mão

Osteoarthritis

 

 

Artrite – literalmente, “articulação inflamada” - pode afetar qualquer articulação do corpo, incluindo as articulações entre os 29 ossos do punho, mão e dedos. Artrite da mão pode doer e impedi-lo de fazer o que você quer ou precisa fazer. As formas mais comuns de artrite na mão são: osteoartrite, artrite pós-traumática (após uma lesão), e artrite reumatoide. Osteoartrite é uma doença degenerativa da articulação, na qual a cartilagem lisa que cobre ambas as superfícies dos ossos nas articulações são lesadas ou se desgastam com o tempo.

Diagnóstico

Seu médico vai perguntar a você sobre suas mãos e outras articulações. Explique como seus sintomas afetam o que você faz. Seu médico vai checar a aparência de suas mãos e sua função. Radiografias das articulações com osteoartrite podem mostrar a perda do espaço articular normal, “esporões ósseos”, ou outras alterações.

Causas

Uma articulação normal é formada por duas superfícies ósseas cobertas por cartilagem lisa, que se encaixam perfeitamente, e com isso elas deslizam quando os ossos se movem. Se as superfícies lisas desgastam-se, então elas não mais se encaixam perfeitamente e a artrite se desenvolve. Traumas, infecções, gota, psoríase, e outras condições também podem causar artrite das mãos.

Sinais e Sintomas

Os três locais mais comuns onde a artrite acontece na mão são:
 

  • Na base do polegar, onde o polegar e o punho se juntam (a articulação basilar ou trapeziometacarpal);

  • Na articulação mais próxima da ponta dos dedos (a articulação interfalangeana distal ou IFD);

  • Na articulação do meio do dedo (a articulação interfalangeana proximal ou IFP);


Todas as formas da artrite da mão podem causar rigidez, inchaço, dor e deformidade. Às vezes, a osteoartrite causa nódulos ósseos no meio das articulações dos dedos (nódulos de Bouchard’s) ou na articulação do fim do dedo (nódulos de Heberden’s). Osteoartrite na articulação da base do polegar pode causar inchaço, uma proeminência, e uma dor forte. Fraqueza para segurar objetos podem tornar difícil a abertura de um pote ou a virada de uma chave.

Tratamento

Os objetivos do tratamento são aliviar a dor e restaurar a função. Repouso por curtos espaços de tempo– tanto com mudanças das atividades ou usando uma tala – podem ajudar. Luvas confortáveis e macias podem ajudar no suporte da articulação quando talas rígidas são muito restritivas. Calor (por exemplo, bolsas de parafina e compressas mornas) podem aliviar as articulações e ajudar a mante-las móveis. É importante manter a mobilidade e a função dos dedos o quanto for possível. Terapeutas de mão podem ensinar exercícios para proteção articular e modificação de atividades para ajudar a proteger as articulações. Medicações anti-inflamatórias ou injeções de esteróides dentro da articulação podem diminuir a dor, mas nenhum tratamento cura a artrite.

Cirurgia é considerada quando as opções não-cirúrgicas acima não ajudarem. Na maioria dos casos, você vai dizer ao seu médico quando você estiver pronta para cirurgia. O objetivo é restaurar a função o quanto for possível, e minimizar sua dor. Um tipo de cirurgia é a fusão articular. A cartilagem desgastada é removida e os ossos de cada lado da articulação são fundidos juntos, o que significa que sua articulação não vai mais se mover, mas ela não vai mais doer. Outra escolha é a reconstrução articular, onde a superfície articular áspera é removida e substituída tanto com seu próprio tecido mole quanto com um implante. O tipo de cirurgia depende do envolvimento da(s) sua(s) articulação(ões), sua anatomia, e suas atividades.

 

Seu cirurgião de mão pode ajudar você a decidir qual tipo de cirurgia é o melhor para você.

Fonte: Handcare | ASSH

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2023  | Dr. Maurício Leite - Cirurgia da Mão e Microcirurgia