Dr Mauricio Leite.png

Fraturas na Mão

Broken Hand

 

 

Os ossos são a estrutura da mão. Esta estrutura sustenta os músculos que fazem o punho e os dedos se movimentarem. Quando um desses ossos se quebra (fratura), pode haver dificuldade em usar a mão, o punho ou os dedos.

Muitas pessoas pensam que fratura é diferente de quebrar o osso, mas ambos têm o mesmo significado. Há diferentes tipos de fraturas, incluindo:

 

  • Fraturas estáveis, quando os pedaços do osso estão alinhados;

  • Fraturas instáveis, quando os fragmentos ósseos estão desviados;

  • Fraturas cominutivas, quando o osso está dividido em vários pedaços;

  • Fraturas expostas (complexas), quando um fragmento do osso quebrado sai através da pele. Isto causa aumento do risco de infecção.

Sinais e Sintomas

Os sintomas das fraturas na mão são:
 

  • Dor e inchaço;

  • Dificuldade para movimentar a mão, o punho e/ou os dedos;

  • Deformidades como o dedo torto ou arqueado;

Tratamento

Geralmente, as radiografias são necessárias para a avaliação do seu médico, ajudando-o tanto a diagnosticar quanto para definir o tratamento. Dependendo do tipo da fratura, o cirurgião da mão pode indicar um dos diversos métodos de tratamento.

Uma tala ou gesso podem ser usados para tratar fraturas estáveis. Algumas fraturas instáveis, as quais os ossos se moveram, podem necessitar da utilização de fios ou pinos para serem fixadas no lugar. Isso é feito sem o corte da cirurgia. Fraturas mais graves podem precisar de cirurgia aberta para a fixação dos fragmentos com pinos, placas ou parafusos. Eventualmente, pode haver a perda de um pedaço do osso ou ele pode ser gravemente esmagado, impossibilitando o reparo. Nesses casos, pode ser necessário retirar um pedaço de osso de outra parte do corpo para o enxerto.

Recuperação

Durante a recuperação um abaulamento do osso pode aparecer no local onde ele quebrou, o que é conhecido como “calo da fratura”. Isto é normal e geralmente esse calo diminui ao longo do tempo.

Alguns dos problemas que você pode ter enquanto a fratura estiver cicatrizando incluem:

 

  • Rigidez;

  • Desvio da fratura;

  • Infecção;

  • Atraso da consolidação;


Para aumentar as suas chances de recuperação da saúde, não fume e siga as instruções do seu médico. Ele também poderá indicar um terapeuta da mão para ajudar no processo de reabilitação.

É importante notar que nem todas as fraturas cicatrizam perfeitamente. Os ossos tem uma relação íntima com os ligamentos e tendões, portanto a mão pode ficar rígida ou fraca após o processo de cicatrização. Com o tempo, algumas fraturas podem evoluir com artrose.

Além disso, as fraturas nas crianças podem afetar o crescimento do osso no futuro.

Fonte: Handcare |ASSH

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2023  | Dr. Maurício Leite - Cirurgia da Mão e Microcirurgia