Dr Mauricio Leite.png

Doenças Congênitas das Mãos

Congenital Hand Diseases

 

 

A doença da mão causada pelo frio é uma condição causada pela exposição da mão ao frio por períodos prolongados. Geralmente ocorre devido à diminuição do fluxo sanguíneo para as mãos.

Nosso corpo mantém nossas mãos aquecidas principalmente regulando o fluxo de sangue proveniente do coração, passando pelo braço, até as pontas dos dedos. Com a maior quantidade de sangue chegando nas mãos temos mãos rosadas e quentes; ao passo que com um menor fluxo sanguíneo temos mãos mais frias e às vezes dolorosas.

Diagnóstico

É possível diagnosticar uma alteração congênita das mãos a partir do terceiro mês de gestação, por meio de um ultrassom morfológico. Esse exame permite visualizar o bebê dentro do útero, identificando possíveis doenças.

Causas

As anomalias congênitas são lesões que se formam no feto, na maior parte dos casos no primeiro trimestre de gestação, na fase embrionária, e podem estar relacionadas a síndromes que envolvem outras alterações, como cardiopatias, malformações do tubo digestivo e do sistema nervoso central, entre outras.

Tipo de Lesões

As lesões congênitas mais frequentes são a sindactilia, quando dois ou mais dedos estão unidos, e a polidactilia, quando a criança tem um número extra de dedos.
 

  • A sindactilia pode ser simples, quando há união entre os dedos somente pela pele, ou complexa, quando ocorre fusão óssea entre os dedos, o que é mais difícil de tratar.
     

  • Já a polidactilia pode ser dividida em dois tipos: pré-axial, que se caracteriza pela duplicação do polegar, e pós-axial, quando se localiza nos outros dedos.

Tratamento

O tratamento, tanto na sindactilia quanto na polidactilia, é feito por meio de cirurgia. A indicação é de que ela seja realizada por volta dos seis ou sete meses de vida, caso a criança não tenha nenhuma síndrome associada à lesão.

Na sindactilia, a cirurgia separa os dedos envolvidos. Pacientes com vários dedos afetados muitas vezes exigem mais de um procedimento cirúrgico. No caso das mãos, a cirurgia deve ser feita o quanto antes, pois a sindactilia pode causar transtornos ao crescimento dos outros dedos, além de deformidades e perda de amplitude dos movimentos.

Na polidactilia, a cirurgia visa à remoção dos dedos extras. No caso de dedos extranumerários pós-axiais o procedimento pode ser considerado simples e normalmente não tem complicações pós-cirúrgicas. Se forem dedos que não apresentam ossos, podem ser extraídos logo após o nascimento. A cirurgia mais delicada destina-se às duplicações do polegar e dedos centrais, completamente formados, e deve ser realizada por um especialista em cirurgia da mão

Em ambos os casos, o tratamento deve ser acompanhado por um terapeuta funcional. Ao associar a correção das deformidades com o desenvolvimento corporal e com a coordenação dos movimentos, os resultados na vida adulta serão melhores.

Fonte: Google

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2023  | Dr. Maurício Leite - Cirurgia da Mão e Microcirurgia